junho 03, 2015

[Livros] Apenas Um Ano - Gayle Forman (Apenas Um Dia #2)

Título Original: Just One Year
Autor: Gayle Forman
Editora: Novo Conceito
Páginas: 352
Gênero: Ficção, Romance
País: EUA
ISBN: 9788581636719
Classificação★★★★★
_______________

Uma fantástica viagem pela Europa, um amor interrompido, uma série de acasos e o outro lado da história. Se no primeiro volume da duologia, Gayle Forman já havia conseguido me conquistar, neste segundo volume, a autora prova, mais uma vez, sua genialidade. Uma mesma história tem diferentes verdades e esse conceito abstrato e subjetivo de verdade é, como na duologia Se Eu Ficar, o eixo central da sua narrativa.

'Apenas Um Ano' é a continuação de Apenas Um Dia e mostra, o que aconteceu com Willem neste um ano que se passou durante o livro anterior. Conhecendo a sua versão da história, descobrimos porquê ele não voltou para buscar Lulu em Paris. Com um desenvolvimento ainda mais intenso que o do primeiro livro, Apenas Um Ano tem drama, realidade e ficção na medida certa. Além, é claro, de todas as ricas referências shakespearianas que Gayle Forman emprega em seu texto.

Os livros da autora são todos baseados em pdvs (pontos de vista) específicos. Isso faz cada um de seus livros, uma obra única e ao mesmo tempo múltipla. Sob uma mesma história, Gayle cria duas verdades e essa compreensão estendida sob os olhares de cada protagonista é o diferencial em sua escrita. Ao término do primeiro livro você formará uma imagem a respeito do protagonista, porém, no decorrer do segundo livro, você vai enxergá-lo de outra forma.

Essa transição entre pontos de vista é uma tendência literária que tem conquistado espaço no mercado e está presente em grande parte dos new adults. O fato de você enxergar que cada história tem vários lados a serem analisados, não só te ajuda a compreender o livro, mas também a vida. Por esse e outros motivos, Gayle Forman tem o meu absoluto respeito e admiração, ela amplia os horizontes e as possibilidades de compreensão do texto.

Depois de um dia perfeito, Willem e Lulu se desencontram. Assim como o destino os uniu, também os separou e aí, provavelmente se esconde uma das maiores sacadas da autora: a improbabilidade dos acasos. Qual a chance de você se apaixonar à primeira vista pela pessoa certa? E o que você faria se encontrasse a pessoa certa dentre todas as pessoas do mundo e simplesmente a perdesse? Sem nem mesmo saber o nome verdadeiro de Lulu, Willem descobre que reencontrar a única garota por quem ele já se apaixonou pode ser impossível. Mas o que é o impossível se não um grande acaso?

A fama de Willem De Ruiter não é das melhores: mochileiro, playboy e conquistador. É assim que todos o vêem, e possivelmente, assim que ele mesmo se vê. Mas depois de conhecer uma garota diferente de todas as outras, ele talvez tenha encontrado o que sempre esteve buscando. Viajar pelo mundo era uma fuga, gostar de todas - e não amar nenhuma - também.

Enquanto tenta reencontrar a jovem que o encantou, ele vai viajar o mundo tentando se reencontrar também. A relação difícil com os pais, a indecisão sobre o futuro, o medo de arriscar. Todos os anseios e medos dos jovens são explorados nesse livro de Gayle, que vai conquistar os corações, assim como Willem. 

A duologia é uma viagem fantástica! Holanda, Inglaterra, Índia, México, o mundo todo em trezentas páginas. A leitura me conquistou de mil maneiras diferentes, e em especial, por eu ter enxergado tanto de mim mesma nesses protagonistas. Os sentimentos, as sensações, os temores que a autora expôs me são familiares e em muitos momentos vi minha própria vida se confundir com a narrativa. Foi uma das melhores leituras que eu já fiz, me levou para ver o mundo ao mesmo tempo que me fez refletir. Gayle é assim mesmo, duologia, dupla felicidade, dois pontos de vista. Duas dicas: ame e viaje.

"Ela tem de estar aqui. Talvez não nesta festa, nem nesta praia, nem nos resorts que visitei, mas em algum lugar aqui. Nadando nesta água, na mesma água em que estou agora.
Mas o oceano é imenso. E o mundo é ainda maior. E talvez tenhamos chegado o mais próximo que devêssemos chegar." (p. 131)

Sinopse: Em Apenas um Dia, os momentos de paixão entre Allyson e Willem foram interrompidos de maneira abrupta, lançando a jovem em um abismo de questionamentos e dor. Agora a história é contada pela voz de Willem. Sem saber exatamente o que o atraiu na garota de olhos grandes e jeito comportado, o rapaz inicia uma busca obsessiva por pistas que levem até a sua Lulu mesmo sem saber sequer o seu nome verdadeiro.

Enquanto tenta compreender o mistério que os separou, Willem se esforça para costurar relacionamentos desgastados e procura respostas para o futuro. Mais do que uma aventura de verão, o encontro em Paris significou para ele o início da vida adulta. Da mesma autora dos best-sellers Se Eu Ficar e Para Onde Ela Foi, Apenas um Ano reúne todos os ingredientes de um romance imperdível: viagens, saudade, encontros, desencontros e amor.

"Um dia sendo o beneficiário da generosidade dela - o passeio de barco, o relógio, aquela sinceridade, a vontade de demonstrar medo, a vontade demonstrar coragem. Foi como se ela tivesse se entregado totalmente a mim, e, de algum modo, a consequência disso foi que eu me entreguei a ela mais do que percebi que podia me entregar. E então ela se foi. E só depois de eu ter sido 'preenchido' por ela, por aquele dia, pude entender o quanto eu estivera vazio." (p. 224)

8 comentários:

  1. Adorei sua resenha! Você escreve e explica muito bem!
    O livro parece ser ótimo!
    Beijos :*

    http://diadeescrever.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Realmente quando enxergamos a nós mesmos nos personagens acaba meio que surgindo uma maior conexão nossa com a história. Isso quando acontece é maravilhoso. Que bom que isso aconteceu com você. De resto, gostei muito da resenha. Você escreve muito bem.

    nathalia s.
    beijos
    http://ventoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Tenho que confessar que eu morro de preguiça de ler os livros dessa autora, não sei por quê, Ouvi tantas críticas negativas a respeito de Se Eu Ficar que acabei tirando decisões precipitadas. O certo é ler mesmo, o livro parece ser ótimo!
    Beijos,

    Our Constellations

    ResponderExcluir
  4. Eu sou louca pra comprar os dois ^^ poxa parece otimo eu quase nunca me vejo nos personagens u.u adorei a resenha

    ResponderExcluir
  5. Oi Mari, tudo bem?
    Ainda não li nem o Apenas um dia e nem esse Apenas um ano, mas tenho pretensões de ler em breve, pois ambos parecem muito bons! Apesar de eu não ter achado Se Eu Ficar tão bom a Gayle me conquistou com o Para Onde Ela Foi e eu não vejo a hora de ler mais um livro dela.
    Em breve eu estarei lendo o Eu Estive Aqui que será lançado pela arqueiro e que pela sinopse parece ser muito bom!
    Resenha linda como sempre viu! ♥.

    Beijão ;*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  6. Olá!

    To com um receio de ler por causa das críticas, mas, pela sua resenha, não é que a história passou a me interessar?? Resenha muito bem feita, aliás!

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Ola!
    Tudo bem?
    Esse livro parece bem interesante. Vou ponher ese livro na minha lista de próximas leituras.
    Gostei muito da sua resenha.
    Beijinhos de Espanha e boas leituras! :)
    http://abracalibro.blogspot.com.es

    ResponderExcluir
  8. Todos os livros de Gayle Forman são bons. Já li o SE EU FICAR, PARA ONDE ELA FOI, APENAS UM DIA E APENAS UM ANO. Na minha opnião SE EU FICAR é muito bom, mas APENAS UM DIA É PERFEITO. Super recomendo. Gayle é uma gênia. Todos deveriam ler os livros dela. Bjs

    ResponderExcluir

Deixe sua sugestão, opinião ou crítica. Prometo lê-las com carinho. Mil beijos, Mari Siqueira.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...