dezembro 11, 2017

[Livros] Textos Cruéis Demais Para Serem Lidos Rapidamente

Título Original: Textos Cruéis Para Serem Lidos Rapidamente
Autor: TCD
Editora: Globo Alt
Páginas: 304
Gênero: Coletânea, Textos
País: Brasil
ISBN: 9788525065360
Classificação: ★★★★
_______________

Textos Cruéis Demais Para Serem Lidos Rapidamente é um chute no estômago. Esse livro fala sobre morrer de amor ou da falta dele e, ainda assim, ter que continuar vivendo. Com uma exposição de sentimentos e histórias tão intensos quanto o título sugere, a coletânea tritura e esmigalha corações que  já estavam partidos. Cada fragmento narra a dor, o desespero e a tristeza que permeiam as relações humanas, e essa percepção da realidade é, de fato, excruciante.

Com uma diagramação linda e ilustrações de Anália Moraes, Textos Cruéis Demais... é uma obra-prima que une diferentes linguagens para falar de sentimentos complexos. Todos os textos iniciam-se sem maiúsculas, como se não se importassem com regras ou como se não coubessem limitações para o sentir, isso faz com que cada fragmento pareça incompleto dentro de sua completa significância.

Dividido em quatro "temas centrais", o livro segue como que em fluxo de pensamento, mais que isso, sentimento, e nos leva a uma jornada de reflexão. Pelo menos uma das situações que inspirou os textos já aconteceu com seus autores, bem como conosco e essa identificação torna a dor ainda mais palpável. 

Muitos livros mexeram comigo de diferentes maneiras, mas esses textos chegaram a mim no momento em que eu mais precisava deles. Cada pedrada no coração ajudou a abrir feridas que não estavam cicatrizadas para que eu pudesse finalmente limpá-las e seguir em frente. A crueldade não está nas palavras impressas deste livro, mas sim nas lágrimas salgadas que teimam rolar pelo nosso rosto quando um texto nos compreende.

"a dor surgia de assimilar que você era igual aos outros caras que encontrei por aí. de que você poderia ser diferente de todos ele mas que, mesmo assim, preferiu ser igual." (p. 27)

Sinopse: Indo contra a tendência dos textos curtos e superficiais que são postados nas redes sociais, o coletivo literário Textos cruéis demais para serem lidos rapidamente (TCD) passou a produzir e compartilhar um conteúdo extenso, profundo e extremamente poético em suas páginas no Facebook e no Instagram. 

Com seus escritos e ilustrações, eles acabaram atingindo um público muito maior do que o esperado, nos mostrando como, apesar da crescente agilidade que nossa comunicação exige, ainda precisamos de tempo para digerir e entender nossas complexas relações humanas. Para este livro, foram produzidos textos inéditos que ganharam a companhia das sensíveis ilustrações de Anália Moraes.

"a metáfora é que quanto mais luz, mais dor, você era um raio solar em pleno meio-dia em horário de verão." (p.204)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua sugestão, opinião ou crítica. Prometo lê-las com carinho. Mil beijos, Mari Siqueira.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...